Prefeitura de Camapuã

Tel:(67)3286-6001
Rua Bonfim, 441 - Centro
administracao@camapua.ms.gov.br

Prefeito Delano assina pacote de medidas para contenção de gastos

Preocupado com o orçamento da Prefeitura de Camapuã e com a crise econômica em que o país se encontra, o prefeito Delano Huber assinou ontem, (5) um pacote de medidas temporárias que visam a contenção de gastos da administração.

O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, através da Secretaria de Fazenda (Sefaz), anunciou no mês passado uma redução nos recursos do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) para o ano de 2018 em 41 municípios, dentre eles, Camapuã.

Somente nestes nove primeiros meses de 2017, a arrecadação de Camapuã caiu 15%.

A divulgação destes índices é feita anualmente em cumprimento de norma nacional e são feitos a partir do valor adicionado (75%), receita própria (3%), extensão territorial (5%), números de eleitores (5%), ICMS ecológico (5%) e uma parte igualitária entre os 78 municípios (7%).

Pensando neste queda da arrecadação, o prefeito Delano suspendeu o pagamento de horas extras aos servidores que prestam serviços internos, novas contratações de servidores temporários, gratificações, concessão de  férias ou licença prêmio para tratar de assuntos particulares, limitou as gratificações de Desempenho e Produtividade Fiscal ao limite máximo de 40% e reduziu as gratificações de Desempenho de Encargos Especiais em 40%.

“É um momento complicado e uma decisão difícil de se tomar, mas se não apertarmos os cintos agora, não vamos conseguir fechar a folha nos próximos meses, o que já está acontecendo em vários município do Brasil. As gratificações ficarão só para os nossos garis e serviços gerais, que todos os dias zelam pela limpeza do nosso município” explicou o prefeito.


Fonte: Aline Bazano DRT 906/MS

Imagens Anexadas

Nenhuma imagem encontrada.

Arquivo Anexado

Nenhum arquivo anexado.